As proteínas vegetais fazem bem à saúde?

Proteinas vegetais e a sua saúde?

Os danos causados pela deficiência de proteínas são diversos, podendo trazer deficiência de crescimento nas crianças, alterações imunológicas e em diversos órgãos corporais, provocar retenção de líquidos, alterações no cabelo, na pele etc…

Há proteínas vegetais e animais. As proteínas vegetais fazem muito bem à saúde, principalmente na formação dos músculos, pele ou cabelo, por exemplo.

As proteínas são um nutriente encontrado nos alimentos, como na carne ou no peixe, legumes e frutas, que são necessários para a pele, ossos, e músculos crescerem e se conservarem saudáveis.

Além disso, as proteínas têm outros benefícios:

  • Ajuda na correta contração dos músculos;
  • Melhora o sistema imunológico;
  • Evita alterações hormonais;
  • Auxilia na transformação dos alimentos ingeridos.

várias proteínas vegetais

As proteínas também ajudam na hipertrofia muscular, mas, para isso, é necessário fazer uma alimentação e exercício adequados.

Certamente já ouviu falar ou conhece alguém que tenha desconfortos gastrointestinais (gases e dores de barriga) e até alergias quando consome alimentos ou suplementos à base de proteína animal, como leite, ovos, ou mesmo a proteína de soja. Isso acontece porque esses produtos são considerados alergénicos, por normalmente apresentarem compostos difíceis de serem digeridos pelo nosso organismo. Assim, quando há intolerância ou alergia, eles devem ser substituídos pelas proteínas vegetais, como a proteína de arroz e a proteína de ervilha, que são totalmente naturais, hipoalergénicas e também mais sustentáveis, logo fazem bem à saúde.

Porquê se deve consumir proteínas vegetais?

Além de serem consideradas de alto valor biológico, por apresentarem todos os aminoácidos – e outros nutrientes – necessários ao bom funcionamento do organismo, elas são digeridas com mais facilidade, isentas de aditivos químicos – no caso das 100% naturais – e causam menor impacto ambiental com a sua produção. Segundo a nutricionista Carolina Arbache, outro benefício importante é a contribuição para a saúde cardiovascular. “Como todos os alimentos vegetais, essas proteínas também contêm baixo índice de gorduras, são livres de colesterol e podem ajudar a regular a pressão arterial”. E para além do mais, esses alimentos podem ser considerados vegans, pois não utilizam nenhum ingrediente de origem animal na sua produção.

Proteínas vegetais  vs  Soja

proteínas soja

Apesar de ser rica em aminoácidos, a soja é altamente alergénica, podendo causar desconfortos digestivos e/ou reações alérgicas na pele em algumas pessoas, além de trazer na sua composição algumas substâncias que perturbam a absorção de outros nutrientes, os denominados “antinutrientes”. Além disso, não podemos esquecer que grande parte desse grão é produzida de forma transgénica, ou seja, geneticamente modificada, o que também pode acarretar prejuízos ao organismo. Assim, as novas proteínas vegetais tornam-se opções com menos contraindicações que a soja, logo são mais benéficas para a saúde. “São melhores para o intestino, pois proteína mal digerida parada pode alimentar bactérias patogénicas que causam doenças. E ainda, o organismo pode assimilar os seus aminoácidos de melhor forma”, justifica Carolina Arbache.

Onde pode encontrar proteína vegetal?

Há diversos alimentos vegetais ricos em proteínas, como as leguminosas, os cereais integrais e derivados, as sementes oleaginosas, algumas frutas, verduras, legumes e até algumas opções menos comuns, como algas e cogumelos. No entanto, diante dos hábitos de vida atuais e do crescente aumento de restrições a alimentos animais, como intolerâncias e alergias, inclusive entre atletas, é possível encontrar proteínas vegetais em forma de suplemento. Segundo a nutricionista Carolina Arbache, além da proteína de soja, as mais comuns são a de ervilha e a de arroz, produzida com o tipo integral e/ou germinado, mas estão surgindo novas opções. “Outros suplementos surgem com diferentes fontes de proteínas, normalmente com uma combinação de vários deles, como: proteína de batata e de quinoa”, exemplifica.

proteínas

 

Para ter conhecimento de alguns suplementos visite a página

http://produtosnaturaisariix.com/

 

Existem vários mitos relacionados com as proteínas vegetais.

8 mitos sobre as proteínas de origem vegetal

1º Mito:

As proteínas vegetais são incompletas (carentes em aminoácidos)

Verdade: Alguns alimentos podem apresentar teores baixos de um ou mais aminoácidos específicos. A combinação de alimentos de grupos diferentes fornece todos os aminoácidos em ótimas quantidades

2º Mito:

As proteínas vindas de fontes vegetais não são “tão boas” quanto as provenientes de fontes animais

Verdade: A qualidade depende da fonte da proteína vegetal ou da sua combinação. As proteínas vegetais podem ser iguais ou melhores do que as proteínas animais

3º Mito:

As proteínas de diferentes alimentos vegetais devem ser consumidas juntas na mesma refeição para atingir um alto valor nutricional.

Verdade: Os aminoácidos não precisam ser consumidos todos na mesma refeição. A importância está em consumi-los ao longo do dia.

4º Mito:

Os métodos baseados em animais para determinar os valores de necessidade nutricionais de proteína são adequados para humanos.

Verdade: Esses métodos costumam subestimar a qualidade nutricional das proteínas, já que as necessidades de proteínas e a velocidade de utilização delas são muito diferentes entre os animais e os seres humanos.

5º Mito:

As proteínas vegetais não são bem digeridas

Verdade: A digestão pode variar de acordo com a fonte e o preparo da proteína vegetal. A absorção da proteína vegetal pode ser tão alta quanto a animal para alguns alimentos.

6º Mito:

A proteína vegetal não é suficiente, sem a carne, ovo ou os derivados do leite, para preencher as necessidades humanas de aminoácidos.

Verdade: A ingestão dos aminoácidos essenciais pode ser tranquilamente atingida utilizando-se apenas as proteínas vegetais ou uma combinação delas com as animais (ovos, leite e queijo).

7º Mito:

As proteínas vegetais contêm os seus aminoácidos desequilibrados e isso limita o seu valor nutricional.

Verdade: Não há nenhuma evidência de que esse balanço seja importante. O que importa é que todos os aminoácidos atinjam o seu valor de ingestão recomendado ao longo do dia. Pode ocorrer desequilíbrio por uma suplementação inadequada de aminoácidos, mas isso não costuma ser um problema prático comum.

8º Mito:

Existem aminoácidos na carne que não podem ser encontrados em nenhum alimento do reino vegetal.

Verdade: Todos os aminoácidos essenciais são encontrados em abundância no reino vegetal.

Aminoácidos e proteínas<h2\>

Falar deste tema não é simples, pois os conceitos essenciais são vastos e necessitam explicações bastante detalhadas para serem completamente entendidas.

As proteínas são compostas por aminoácidos. Podemos comparar a proteína com um muro, e os aminoácidos com os seus tijolos.

Alguns aminoácidos podem ser produzidos pelo nosso próprio organismo, sendo chamados de “dispensáveis” ou não essenciais. Outros, nós precisamos ingerir, pois não temos a capacidade de produzi-los. São os aminoácidos que chamamos de essências, ou “indispensáveis”.

proteínas

Há necessidade de consumir proteína animal?

Não há necessidade de ingerir proteinas de origem animal em qualquer fase da vida humana.

Não existe nem um único aminoácido essencial que esteja ausente nas proteínas vegetais.

Concluindo, estas proteínas devem estar presentes na alimentação diária do ser humano pois fazem muito bem à saúde.

 

Queres saber mais sobre esta Oportunidade que está a Mudar a Vida de muitas pessoas!

Contacta-me, posso ajudar-te

 

Queres saber mais sobre esta Oportunidade que está a Mudar a Vida de muitas pessoas!

Preenche o Formulário que eu

entro em Contacto »»

  bruno-marques-marketing-digital

Bruno Marques

Telefone: 912 451 458

brunomarques@oportunidadeariix.com

skype256     brusof1   facebook_icon11     facebook   youtube_icon11     youtube

A suas informações estão seguras e nunca serão partilhadas ou vendidas a alguém.

 

Acerca de master

2 thoughts on “As proteínas vegetais fazem bem à saúde?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *